• PetPapá Alimentação Natural para Pets

5 dicas para manter a qualidade de vida do seu cão - e sua também!


Porque queremos que aqueles que nos fazem tão bem, estejam sempre bem!

A rotina moderna pode nos impor um estilo de vida corrido e estressante, que frequentemente afeta nossos pets também. Assim, aqui vão 5 dicas rápidas para manter seus peludos sempre alegres e bem dispostos.


Passeios: cães também podem ser sedentários. A melhor maneira de evitar isso é através dos passeios. Esses ajudam a gastar energia acumulada, evitando o estresse. Também colaboram no fortalecimento dos músculos e tendões, melhoram a circulação, oxigenação e funcionamento do organismo como um todo. Procure levá-lo a parques ou lugarem onde possa interagir com outros cães ao menos uma vez por semana. E lembre-se que passeio não é a mesma coisa que "levar ao banheiro na rua"; se seu cachorro mora em apartamento, a recomendação é fazer dois passeios diários de 30 minutos.

Brincadeiras: não interessa a idade, eles são eternos filhotes e adoram brincar. Não basta apenas oferecer um brinquedo, é preciso entrar na brincadeira junto. Jogar bolas e brinquedos de pelúcia para eles pegarem é uma excelente forma de exercício e interação entre você e seu cão. Procure sempre estimular ele, comunicar-se com ele transmitindo alegria para que ele sinta a felicidade que você sente por estar ao lado dele.

Alimentação: cães são gulosos por natureza, parecem estar sempre famintos! A obesidade é um risco para cães que vivem em apartamentos e de vida monótona. Cuide para que seu pet não coma em excesso. Além da obesidade, há outros riscos que uma alimentação inadequada pode oferecer, como alergias, diabetes, problemas nos rins, coração e fígado. Petiscos são uma ótima forma de agrado e de ajuda no adestramento. Mas cuidado! Petiscos não são alimentos balanceados, e podem conter ingredientes danosos à saúde deles, como corantes, palatabilizantes, conservantes, excesso de sal e açúcar. Opte sempre por snacks naturais, preferindo por aqueles sem aditivos artificiais.


Cuidados médicos: leve seu cão regularmente ao médico veterinário. Opte pela castração, mantenha sempre em dia as vacinas e os anti-parasitários para evitar infestação de pulgas e carrapatos. Nunca realize "auto-medicação", pois muitos remédios para humanos podem ser tóxicos para eles. Dê atenção à saúde bucal dele também. Além do mau hálito, existem muitos problemas que podem afetar a qualidade de vida do seu amiguinho peludo, como tártaro, perda da dentição e doença periodontal.

Higiene: os cuidados com a higiene vão muito além do banho e tosa. Cuide da limpeza dos ouvidos para evitar acúmulo de cera e prevenir infecções. Escove os pelos com frequência para evitar que embaracem. Nós de pelos podem aumentar e se mantiverem por muito tempo, podem favorecer o aparecimento de fungos. As unhas precisam ser cuidadas para não crescerem demais, pois podem até mesmo torcer o dedo. Se você da banho em casa, atente para secar muito bem as patas para evitar uma proliferação de fungos.


1 visualização0 comentário